Salve a Amazonia
4 de outubro de 2016
publicado às 08h54
10º Festival Gastronômico de Taquaruçu termina com gosto de quero mais

10-festival-gastronomico-de-taquarucu-termina“Eu gostei muito do festival esse ano; as comidas, o atendimento, o trânsito, o artesanato, a segurança, assim como os preços. A decoração da fachada das barracas nos remeteu às casas daqui. A programação festiva, tanto nacional quanto local, muito boas. Se eu pudesse pontuar, a nota seria dez. O festival poderia acontecer duas vezes por ano, que ainda assim teria um público cativo”, a declaração do administrador Amageldo Barbosa, reflete a opinião do público sobre o Festival Gastronômico de Taquaruçu, realizado pela Prefeitura de Palmas e que se encerrou neste domingo, 11.

Nesta edição o FGT contabilizou um público de mais 105 mil pessoas nos cinco dias de festa. No domingo, 11, última noite da programação, mais de 15 mil estiveram no local para degustarem os 66 pratos participantes do concurso em três modalidades, pratos salgados, pratos doces e comidinhas.

Além dos visitantes, os comerciantes e expositores ficaram felizes com o sucesso do evento que garantiu o aumento nas vendas e na divulgação dos produtos comercializados. Para Débora Morais, da barraca de iguarias de origem árabe, esse foi o primeiro ano. “Superou nossas expectativas, somente neste último dia vendemos mais de 600 unidades de shawarma, o que nos motiva a participar das próximas edições do festival”, disse a comerciante.

Já Denise Rodrigues da barraca de tapiocas diz que “A estrutura do festival cresceu muito e agradou tanto aos chefs quanto ao público, tivemos um crescimento nas vendas com relação ao ano anterior. Fico feliz com isso e espero que nos próximos anos esse sucesso volte a acontecer.”

O presidente da Agência de Turismo, Cristiano Rodrigues, enfatiza “o festival esse ano cresceu muito, mais uma vez, o que tem sido uma constante nos últimos anos. Os participantes ficaram satisfeitos com a estrutura oferecida pela Prefeitura motivando a participação em novas edições. Com relação à parte cultural mantivemos a qualidade e inovamos acrescentando o gênero sertanejo, que bateu recorde de público de um dia, em todos os festivais”.

“A cada ano que passa percebemos um profissionalismo e motivação maiores dos participantes e um chamego, um carinho por porte do público de forma extraordinária, por isso acredito que essa parceria entre Prefeitura, Sebrae e Abrasel deve continuar porque traz resultados e permite aos pequenos empresários mostrar habilidades e fazer o que sabem para ganhar dinheiro e ampliar o seu negócio”, disse o superintendente do Sebrae, Omar Hennemann.

Musicalidade

Outro ponto marcante no FTG foi a diversidade musical, tanto nos shows locais quanto nacionais. Passaram pelo palco babaçu grandes nomes da música gospel, católica e evangélica, MPB, sertanejo e samba rock. Se apresentaram no palco principal a banda de Rosas de Saron, Pregador Luo, Zélia Ducan, Paula Fernandes e Sambô.

O palco buriti contou com a presença dos cantores regionais, entre eles Impacto latino, cantando o folclore boliviano, a banda de rock Véi é tu e Dorivã entoando os clássicos que homenageiam a região serrana de Taquaruçu.

Segurança

Outro ponto marcante do evento, a segurança local e nas estradas, garantiu aos participantes do evento, famílias com crianças e idosos, tranquilidade, sem nenhuma ocorrência de qualquer natureza. A festa, que aconteceu dos dias 7 a 11 de setembro, com públicos de 10, 15, 25 40 e 15 mil pessoas por dia, transcorreu de forma pacífica e ordeira.

 

Artesanato

Atração garantida aos turistas nos cinco dias de festa a loja de artesanatos locais, formada por quinze artesãs, atraiu milhares de clientes ávidos pelo produto feito com sementes, palhas e produtos nativos da região de Taquaruçu, o que garantiu aos profissionais a certeza de permanecer de forma definitiva e permanente durante todo o ano na Praça Vereador Tarcísio Machado da Fonseca, com apoio da Prefeitura e Sebrae. (Ascom Palmas).

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014