10 de agosto de 2016
publicado às 13h35
Naturatins oferece curso de Manejo de Serpentes

Naturatins oferece curso de Manejo de SerpentesCada vez mais, empreendedores rurais, estudantes e pessoas que mantém contato constante com ambientes naturais se organizam, formam turmas e buscam a capacitação técnica no Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) para aprender como proceder ao se deparar com animais silvestres, elevar o nível de segurança pessoal e manter uma convivência pacífica com as espécies.

Entre outras atividades de sensibilização ambiental, o Naturatins investe esforços por meio da Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas, para mostrar que é possível manter essa convivência harmônica e preservar o meio ambiente, ministrando capacitações e oficinas, como o Curso de Manejo de Serpentes.

O superintendente de Gestão Ambiental do Instituto, Natal César, esclarece que o animal está em seu habitat natural e por isso, em vantagem. “Ao entrar em contato com a natureza, é necessário que o cidadão esteja atento aos cuidados que proporcionem uma margem de segurança e integridade física, tanto para si, como para a espécie que se apresente naquele local”, explicou.

Segundo o diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Naturatins, Gilberto Iris, conhecer as características do animal e como lidar com cada tipo, reduz significativamente muitos medos, riscos e mitos. “Quando conhecemos os hábitos do animal e sua importância no equilíbrio do ecossistema daquele local, compreendemos que, com a convivência pacífica, preservamos um tipo de predador, que evita manifestações acentuadas de outras espécies, para que não se torne praga”, alertou.

A veterinária e supervisora de Fauna do Instituto, Grasiela Pacheco, afirma que os animais demonstram sinais que facilitam a decisão adequada em diferentes situações. “Afastar, salvar ou capturar um animal silvestre são situações que demandam decisões acertadas para que a segurança do cidadão e do animal seja mantida. No curso de manejo de serpentes, entre outras informações, ensinamos a identificação desses sinais e o manejo adequado de ferramentas que facilitam a captura”, resumiu.

Manejo Seguro

A equipe técnica de fauna do Naturatins conta que, quando é chamada para captura de um animal silvestre, avalia o método que será necessário para a integridade do animal, que é submetido a uma avaliação de sua condição de saúde. Caso seja necessário, a espécie é submetida a um processo de reabilitação para, em seguida, ser devolvido à natureza, em local seguro e compatível com o seu tipo.

Grasiela Pacheco, então reforça que “geralmente, não se trata de um tipo peçonhento. A cobra só é perigosa quando está enrolada, pois está preparada para dar bote. Quando está esticada ela não está preparada e esse é um dos sinais necessários para um manejo seguro”, afirmou.

Técnicos do  Naturatins aconselham que, mesmo para o salvamento de um animal, o cidadão nunca deve se colocar em situação de perigo. Mesmo tendo conhecimento de técnicas e possuir equipamentos, deve sempre agir com bom senso e treinar a utilização do kit, que geralmente possui entre outros elementos, o gancho, a caixa e o pinção. O curso trata do conflito de fauna, das competências e ações, da contenção física de serpentes, da ecologia e do manejo da espécie, com atividades práticas.

Para buscar auxílio do Naturatins, ligue no Linha Verde 0800 63 1155; e caso queira mais informações sobre como agendar uma visita técnica para capacitação, entre em contato no Setor de Biodiversidade, ramal 63 3218-2677. (Cleide Veloso / Governo do Tocantins).

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014