30 de maio de 2018
publicado às 14h02
Com estiagem, Prefeitura intensifica ações educativas contra as queimadas

Com estiagem Prefeitura intensifica ações educativas contra as queimadas

Com o início do período de estiagem, entre junho e novembro, é preciso redobrar os cuidados quanto ao tempo seco, baixa umidade do ar, clima quente e fortes ventos.  Tais fatores contribuem para que Palmas figure no cenário das queimadas, ocupando este ano o 71º lugar no ranking estadual, com dois focos registrados.

Com foco na prevenção, a Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu) promove ações educativas no próximo dia 14, quando será realizado, em Palmas, o Dia D de combate às queimadas. A ação contará com a participação dos membros do Comitê do Fogo, formado por órgãos federais, estaduais e municipais.

Segundo o gerente de Preservação e Mitigação de Desastres da Defesa Civil, Bruno Maciel Gama, em junho, acontecem palestras, blitze e ações educativas e preventivas em relação às queimadas, em parceria com a Fundação de Meio Ambiente. “Queremos que a população seja parceira tanto em não provocar os focos como em denunciar, por isso nas próximas semanas a Fundação realizará a semana de Meio Ambiente na região de Taquaruçu,” conta.

Danos causados

São inúmeros os prejuízos que uma queimada traz ao meio ambiente, dentre os quais se destacam: o enfraquecimento da flora nativa, redução de fauna, saúde das pessoas, prejudicam a qualidade do ar, provocando aumento na ocorrência de doenças e problemas respiratórios, que impactam a saúde pública.

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014