No Banner to display

15 de agosto de 2018
publicado às 16h59
Dia Técnico orienta sobre Recuperação Natural dos Solos do Cerrado

Dia Tecnico orienta sobre Recuperacao Natural dos Solos do CerradoEm continuidade às atividades do projeto Agosto Verde 2018, aconteceu nesta sexta-feira, 10, o Dia Técnico sobre Recuperação Natural dos Solos do Cerrado na chácara do produtor rural, Carlos Braga, na região Coqueirinho. Na ocasião foram abordados temas como prevenção de queimadas, desmatamento, água, vegetação/matas ciliares e recuperação de áreas desmatadas.

O encontro foi realizado pela Prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (Seder) e contou com a participação de membros do Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins), Federação das Associações de Agricultores Familiares de Tocantins (Faerto) e Comissão Estadual de Sementes e Mudas.

O secretário executivo da Seder, Newton Andrade Soares, deu as boas-vindas aos técnicos e alunos presentes no evento e reafirmou o compromisso da Secretaria em atuar na conscientização da comunidade contra as queimadas. “É nosso papel enquanto agente público fortalecer ações que promovam a sustentabilidade e a biodiversidade. Devemos produzir, mas de uma forma consciente e sustentável”, disse o gestor.

No encontro, o engenheiro Florestal do Ruraltins, Ricardo Haidar, proferiu a palestra Recuperação Natural dos Solos do Cerrado e destacou a importância de se preservar esse bioma. “As áreas desmatadas e queimadas tem aumentado, é preciso mais conscientização para o uso sustentável do cerrado, um bioma muito rico em vegetação e fauna. O fogo é sem dúvidas um dos maiores vilões e esta área é a prova de que é possível fazer o movimento reverso”, afirmou Haidar.

O proprietário da chácara onde a área foi recuperada, Carlos Braga, falou sobre o processo de reflorestamento que durou mais de 20 anos. “Quando nós adquirimos esta chácara percebemos que uma área importante, às margens de um pequeno curso d’água intermitente, estava totalmente desmatado, então cercamos esta área e combinamos com os vizinhos de não deixar o fogo entrar aqui. Aos poucos as árvores foram nascendo, se fortalecendo e hoje temos esta maravilha de mata”, explicou o chacareiro.

Os alunos dos 6º e 7º anos da Escola Municipal de Tempo Integral Anísio Spinola Teixeira participaram do Dia Técnico e fizeram uma trilha para aprender, na prática, lições importantes sobre cerrado, reflorestamento, mudanças climáticas, vegetação, animais etc. “Eu estou impressionado com as árvores que tem aqui, eu já fui em muitas chácaras aqui em Palmas mas nenhuma tem tantas árvores diferentes”, conta o estudante Alisson Victor, de 12 anos, que ajudou na tarefa de identificar as árvores com placas nominativas.

A ação também contou com parceiros públicos e privados como Governo Federal, Embrapa, Conab, Zoofértil, Avifran, Atacadão da Ração, Sead e órgãos municipais.

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014