No Banner to display

1 de outubro de 2018
publicado às 20h16
Após chegar do Piauí, ursa brinca em santuário em São Paulo

Apos chegar do Piaui, ursa brinca em santuario em Sao Paulo

Animal ganhou título de ‘a ursa mais triste do mundo’ durante campanha para transferência. Ela chegou a santuário de animais em Joanópolis no sábado 22 de setembro.

Por G1 Vale do Paraíba e Região

Ursa que veio do Piauí recebe cuidados em santuário em Joanópolis

Ursa que veio do Piauí recebe cuidados em santuário em Joanópolis

Um vídeo mostra a ursa Rowena – que ficou conhecida como ‘a ursa mais triste do mundo’ durante a campanha para transferência do animal – brincando no santuário de animais em Joanópolis (SP). Ela foi trazida do Piauí e chegou ao novo abrigo na madrugada de sábado (22). A gravação mostra ela brincando com uma bola de pilates. (veja vídeo acima)

De acordo com o diretor do santuário, Marcos Pompeu, a ursa tem reagido bem à adaptação ao novo espaço. “O que percebemos é que por causa do clima ameno ela está muito relaxada, dormindo bastante. Partiu dela o interesse por esse brinquedo que aparece no vídeo”, disse.

O diretor conta que um dos pontos favoritos da ursa na ‘nova casa’ é a cama, feita com base de madeira e forrada com feno. “Ela adora cama de feno. Ela puxa com a pata e arruma para dormir” explicou.

Ursa dorme em cama de feno em santuário de animais em Joanópolis — Foto: Biga Pessoa/ Rancho dos Gnomos

Ursa dorme em cama de feno em santuário de animais em Joanópolis — Foto: Biga Pessoa/ Rancho dos Gnomos

Rowena, que no antigo endereço se chamava Marsha, está em um recinto de 600 m² com piscina e caverna até a construção de um local definitivo. O diretor explica que ela foi rebatizada para marcar o começo de uma nova vida. Ele ainda conta que identificou dificuldade de visão e de locomoção naturais para a idade da ursa, que é considerada idosa.

“Um exame constatou que ela está com infestação de verminose grande. Vamos avaliar como fazer o tratamento da melhor forma”, disse.

Ursa está em santuário de animais em Joanópolis — Foto: Biga Pessoa/ Rancho dos Gnomos

Ursa está em santuário de animais em Joanópolis — Foto: Biga Pessoa/ Rancho dos Gnomos

Transferência

O transporte foi f em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) e a ursa foi levada dentro de uma cabine climatizada especial. A ursa fez a viagem acordada e sem uso de sedativos.

O caso da ursa ganhou repercussão em novembro do ano passado, quando uma petição online pedia a transferência dela, alegando que a permanência do animal no Piauí seria prejudicial à saúde devido às altas temperaturas. O movimento ganhou adesão de artistas e ativistas da causa animal.

Histórico

A ursa viveu 25 anos no circo e há sete anos foi resgatada com mais três ursos, que viveram no zoológico até morrer. Ela foi apreendida em Caxias, no Maranhão, e doada ao parque de Teresina pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

No local, ela comia diariamente 15 quilos de frutas e verduras e três vezes por semana era alimentada com carne. Durante o período em que viveu no circo, a ursa foi acostumada a se alimentar de ração de cachorro. O alimento era usado por veterinários para poder atrair ela de um recinto para outro.

Ursa descansa em santuário de animais em Joanópolis — Foto: Biga Pessoa/ Rancho dos Gnomos

Ursa descansa em santuário de animais em Joanópolis — Foto: Biga Pessoa/ Rancho dos Gnomos

Ursa está em santuário de animais em Joanópolis — Foto: Biga Pessoa/ Rancho dos Gnomos
Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014