28 de maio de 2019
publicado às 19h52
Tocantins abre vaga para o Programa Voluntário pela Natureza

Tocantins abre vaga para o Programa Voluntario pela Natureza

O Jalapão é a bola da vez do turismo nacional. Cenário de novelas, filmes e reality shows, a região é rica em biodiversidade e possui atrativos naturais de encher os olhos. Mas tanta beleza precisa de cuidado e preservação. Por isso, o Governo do Tocantins está disponibilizando vagas para o programa Voluntário pela Natureza para selecionar pessoas interessadas em trabalhar por um período específico dentro do Parque Estadual do Jalapão (PEJ).

Abaixo listamos 10 motivos para você entender a importância dessa missão.

1 – Porque é o Jalapão

O Jalapão dispensa muitas explicações, pois é uma das paisagens mais bonitas e exóticas do Brasil. Dunas, praias, fervedouros e cachoeiras com águas cristalinas são alguns dos atrativos que compõem a região.

2 – Cuidado com a natureza

Os atrativos turísticos do Jalapão são extremamente sensíveis. O PEJ possui uma área extensa (são 34 mil km² de área de preservação ambiental) e recebe cada vez mais turistas de todo o mundo. Por isso é muito importante o apoio dos voluntários para manter a organização e ajudar na preservação desse tesouro da natureza.

3 – Suporte para os voluntários

Uma das principais vantagens do programa é o suporte oferecido pelo Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) aos voluntários. O órgão cede o transporte terrestre de ida e volta de Palmas até a sede do Parque Estadual do Jalapão, em Mateiros, e se responsabiliza por todos os deslocamentos necessários para o desenvolvimento das ações.

Ao chegar a Mateiros, os voluntários são levados para hospedagem no alojamento do Governo. No local, há instalações como cozinha coletiva (com geladeira, fogão, armários, pratos, talheres, panelas, forno microondas, entre outros) para preparo das refeições, além de quartos, banheiros (masculino e feminino), sala com TV e áreas para lazer.

O Naturatins alerta que não são disponibilizados alimentos e nem mão de obra para o preparo dos mesmos, ficando os voluntários responsáveis pela limpeza e organização das instalações utilizadas, conforme normas de uso do alojamento e espaços coletivos. Os voluntários recebem coletes de identificação para uso exclusivo durante os trabalhos.

4 – Conhecer gente de várias localidades

O intercâmbio proporciona que os voluntários possam conhecer pessoas de diversas regiões do país e até mesmo de outros lugares do mundo. A troca de conhecimento, o network e a vivência com novas culturas é um dos pontos altos do programa de voluntariado.

5 – Autoconhecimento

Os municípios que compõem a região do Jalapão são conhecidos por sua gente hospitaleira, de modo simples e com grande poder cultural. Com isso, o trabalho voluntário possibilita inúmeras formas de interações, trocas de conhecimento e crescimento pessoal.

6 – Datas disponíveis

As datas disponibilizadas para o programa caem sempre em períodos de feriados ou férias, que é quando a região do Jalapão tem maior fluxo de visitantes. Serão selecionados, em média, três voluntários por período, sendo que no feriado da independência do Brasil (05/9 a 10/9) serão escolhidos seis.

Os voluntários passam uma média de seis dias no programa, sendo que, em dezembro, no período de natal e ano novo, serão apenas cinco. Todas as datas estão disponíveis no edital.

7 – Surpresas

O Jalapão é sempre uma caixinha de surpresas. Em 2017, quatro jovens universitários do município de São Carlos, interior de São Paulo, que participavam do programa Voluntário pela Natureza, acompanharam de perto as gravações da novela das 21 horas da Rede Globo, “O Outro Lado do Paraíso”. Eles ajudavam técnicos do Naturatins no processo de fiscalização da preservação ambiental durante as gravações.

8 – Inscrição e Seleção desburocratizada

O processo de inscrição e seleção para o programa Voluntário pela Natureza não é burocrático. Para se inscrever, basta preencher o formulário disponível no link seguindo as normas do edital.

A seleção também é tranquila. O processo é realizado pela equipe técnica do Parque Estadual do Jalapão, com apoio da equipe responsável pelo programa Voluntário pela Natureza.

9 – Critérios Flexíveis

Os pré-requisitos para se inscrever no programa Voluntário pela Natureza é que o interessado seja maior de 18 anos; seja comunicativo, proativo, compromissado; saiba trabalhar em equipe e tenha interesse pela conservação da biodiversidade e os recursos naturais. Além disso, é necessário ter capacidade de interação com moradores locais e de respeito às características culturais da região.

10 – Certificado

Após o término da ação, todos os participantes receberão um certificado (mediante apresentação de relatório individual e do formulário de avaliação do programa) com a quantidade de horas correspondentes às atividades desenvolvidas. (Jesuino Santana Jr./Governo do Tocantins)

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014