1 de setembro de 2019
publicado às 10h36
Parque da Asa Sul recebe quadros da coleção “Eu Amo o Cerrado”

Parque da Asa Sul recebe quadrosEmbelezar os parques administrados pelo Brasília Ambiental e mostrar a diversidade do Cerrado aos frequentadores. Esse é o objetivo da parceria firmada entre o Instituto e a Casa da Moldura, que vai entregar 18 kits contendo cinco quadros da coleção “Eu Amo o Cerrado”. Nesse acervo é possível encontrar árvores, espécies tombadas como patrimônio ecológico do Distrito Federal, aves, frutos comestíveis, mamíferos e peixes característicos desse bioma.

O material utilizado para a confecção das molduras é resultado do resíduo descartado que não seria mais utilizado pela empresa. O Parque Ecológico da Asa Sul, foi o primeiro a receber, no início de agosto de 2019, por meio dos agentes de unidade de conservação e parques Simone Abreu, Bruno Rabelo e Plinio Sotero, das mãos do proprietário da Casa da Moldura, Higino França, o kit com os quadros.

A superintendente de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Água do Brasília Ambiental, Rejane Pieratti, acredita que a iniciativa é maravilhosa e abrange diversas questões ambientais. “Fico muito feliz em observar que essa parceria minimiza a produção de resíduos que a empresa iria gerar no meio ambiente e auxilia na educação ambiental dos frequentadores do Parque, pois vai mostrar com os quadros toda a riqueza do Cerrado”, comentou.

 

O Parque Ecológico da Asa Sul foi criado pelo Decreto nº 24.036/2003, com objetivo de proteger e recuperar os recursos hídricos (nascentes), as paisagens naturais do bioma Cerrado, além de estimular o desenvolvimento de atividades de educação ambiental e lazer em contato com a natureza. Esta Unidade de Conservação conta com sua ajuda para alcançar seus objetivos e manter a convivência harmônica entre seus frequentadores. O local funciona das 6h às 20h e fica na SGAS 614 sul (entre as vias L4 e L2).

“A Casa das Molduras foi criada há 30 anos e tem como marca sua preocupação com a causa social e ambiental, buscando assim, soluções que provoque mudanças de ação, comportamento e de valores nas pessoas. Nosso objetivo com essa ação é contribuir para que aumente o nível de informação ambiental aos frequentadores dos parques no DF”, disse o empresário Higino França.

O próximo kit já está em fase de confecção pela empresa e em breve vai ser entregue ao Brasília Ambiental.

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014