2 de março de 2020
publicado às 16h32
Parceria entre órgãos ambientais e chacareiros resulta em restauração de área degradada

Parceria entre orgaos ambientais e chacareirosNa intenção de preservar o meio ambiente e manter as belezas naturais que compõem a Área de Proteção Ambiental Serra do Lajeado (APASL), na sexta-feira, 14, foi realizado um mutirão promovido pela Associação Água Doce, em parceria com o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e o Ministério Público Estadual (MPE). Nesse mutirão, foi iniciada a restauração de área degradada em uma propriedade rural localizada na bacia hidrográfica do Taquaruçu Grande.

A propriedade situada próximo da rodovia TO-020, que liga Palmas a Aparecida do Rio Negro, está inserida no perímetro da Área de Proteção Ambiental Serra do Lajeado, Unidade de Conservação de Uso sustentável.

Segundo a supervisora da APASL, Camilla Muniz, a ação de restauração contempla uma área de encosta beneficiada com cerca de 10 mil sementes do Banco Germoplasma do Projeto Restaura-TO, do Ruraltins, 400 mudas produzidas pela equipe de brigadistas da APA Serra do Lajeado, do Naturatins, além de semeadura de leguminosas agrícolas e adubação nas entrelinhas.

Maria Aparecida da Rocha Medina, proprietária da área, ficou muito satisfeita com a parceria e afirmou que a chácara foi agraciada por um dos maiores presentes, que alguém pode receber. “Principalmente, quando o presente é para a mãe natureza. Agradeço ao Naturatins, ao Ruraltins, ao MPE e à Associação Água Doce, pelo comprometimento com a causa ambiental”, considerou.

Conforme o engenheiro florestal do Ruraltins, Ricardo Haidar, as mudas doadas pela APASL são de boa qualidade. Ele ressaltou que a restauração foi realizada com mudas saudáveis, reforçou a parceria e disse que o mutirão foi eficiente. “Essa foi uma oportunidade de realizar a ação. Foi somente o início do processo, que precisará de manutenção e monitoramento para virar floresta e Cerrado”, afirmou.

Dentre as espécies nativas plantadas estão: Jatobá, Baru, Aroeira, Cajuí, Vinhatico, Gonçalo Alves, Caju, Ipê, Copaíba, Jacarandá, Tamburi e Tingui.

O viveiro de mudas da APASL é conduzido pelos brigadistas e tem produção permanente de mudas para distribuição, aos chacareiros locais, e plantio dentro da UC. Mais informações e manifestações de interesse devem ser encaminhadas para o e-mail apaserradolajeado@naturatins.to.gov.br. (Tânia Caldas/ Governo do Tocantins)

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014