Salve a Amazonia
26 de julho de 2017
publicado às 14h37
Alckmin deixa de salvar milhões de animais ao vetar projeto que proibiria vivissecção no ensino

Vivissecação no ensinoO governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, acaba de deixar que milhões de animais sejam mortos sem necessidade na rede de ensino pública e particular do estado.

Dependia dele a sanção ao Projeto de Lei nº 706, de autoria do deputado estadual Feliciano Filho. O PL vinha sendo debatido desde 2012 e foi aprovado na ALESP (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) por unanimidade após muito esforço, reuniões e esclarecimentos.

A proposta de proibir o uso de animais no ensino em todo o estado de São Paulo vem sendo defendida desde 2012 pelo deputado estadual Feliciano Filho. É de sua autoria o Projeto de Lei nº 706 (confira a íntegra), que foi aprovado recentemente na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – ALESP.

Embora o projeto possa eventualmente dar a impressão de que a qualidade dos cursos iria cair, o autor explica que é exatamente o oposto. “A utilização de animais vem sendo cada vez mais questionada no meio acadêmico e pela população em geral, seja por questões éticas ou científicas. Há uma crescente tendência da sociedade em trazer os animais para uma esfera moral, reconhecendo-os como sujeitos de direito. As mais importantes universidades do mundo têm abandonado o uso de animais.” – disse Feliciano Filho.

De fato, 90% das faculdades de medicina dos Estados Unidos não utilizam mais animais. Estão nesse grupo as conceituadas instituições Harvard, Stanford e Yale.

“Ele ignorou todos os argumentos! Não adiantou mostrar que as universidades dos EUA, Canadá, Alemanha e Inglaterra não utilizam mais animais no ensino. Mostramos também que muitas faculdades brasileiras já não utilizam mais animais – inclusive instituições com nota máxima no ENADE (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes)!” – desabafou o deputado em sua página no Facebook (veja aqui).

Nunca os animais utilizados em aulas no estado de São Paulo estiveram tão perto da liberdade. Deixamos aqui o nosso agradecimento e respeito ao empenho e coragem do deputado Feliciano Filho por esse PL audacioso e, principalmente, por conseguir a ele o apoio necessário na ALESP, algo que certamente não veio de forma fácil ou rápida.

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014