Salve a Amazonia
5 de junho de 2017
publicado às 14h49
Audiência discute a situação das vítimas de escalpelamento na Amazônia

Audiência discute a situação das vítimas de escalpelamento na AmazôniaA Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher realizará, em conjunto com a Comissão de Legislação Participativa, audiência pública para discutir como evitar e reparar a integridade da saúde das mulheres ribeirinhas vítimas de escalpelamento. Essas mulheres tiveram o couro cabeludo arrancado ao enroscar os cabelos no eixo dos barcos ou nas hélices do motor, principalmente na região Norte do Brasil. A propositora é a deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP), autora da Lei 11.970/2009, que obriga a cobertura do volante e do eixo dos motores estacionários usados nos barcos dos ribeirinhos, e do projeto de Lei 3397/2012, que garante a realização de cirurgias reparadoras e reconstrutivas e assistência social e psicológica, pelo SUS, às vítimas de escalpelamento. A audiência será nesta terça-feira, 6, às 14h30min, no plenário 13 das Comissões.

O escalpelamento é consequência da falta de segurança nas embarcações que trafegam com equipamentos de rotação descobertos muito próximos aos passageiros. Basta um pequeno descuido para que os cabelos se enrosquem nesses aparelhos e sejam arrancados, às vezes, junto com o couro cabeludo, orelhas e parte da pele do rosto. O número de vítimas deste tipo de acidente chega a 1.400 pessoas.

Com as campanhas de prevenção e a cobertura dos volantes e eixos das embarcações com uma carenagem específica, os acidentes foram reduzidos a ¼ na foz do Rio Amazonas. As campanhas são realizadas pela Marinha do Brasil, pela Associação das Mulheres Vítimas de Escalpelamento da Amazônia e pelo mandato da deputada Janete.

Participarão da Audiência Pública o Defensor Nacional de Direitos Humanos, Anginaldo Oliveira Vieira; o Capitão de Mar e Guerra José Alexandre Santiago da Silva, do Comando da Marinha – Capitania dos Portos da Amazônia Oriental; o Capitão de Fragata Aderson de Oliveira Caldas, Comando da Marinha – da Capitania dos Portos do Amapá; a coordenadora geral de Saúde das Mulheres do Ministério da Saúde, Esther de Albuquerque Vilela; o representante da Secretaria de Fomento e Parceria do Ministério dos Transportes, Dino Antunes Dias Batista; e a presidenta da Associação das Mulheres Ribeirinhas Vítimas de Escalpelamento, Rosinete Serrão.

A audiência pública será transmitida pela fanpage da deputada Janete Capiberibe no Facebook – @JaneteCapiberibeOficial.

Foto: Giordano Santana – Por -Sizan Luis Esberci

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014