Salve a Amazonia
20 de março de 2018
publicado às 15h56
Campanha antirrábica vacina cães e gatos

Campanha antirrábica vacina cães e gatosComeça nesta terça-feira, 20, a Campanha Antirrábica para cães e gatos e se estende até o dia 20 de abril. O trabalho de imunização terá início na zona rural de Palmas por meio da busca ativa dos animais. Duas equipes com técnicos da Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses (UVCZ) percorrerão toda a área rural da cidade levando a vacinação.

Para o dia D da vacinação Antirrábica, que ocorrerá no dia 7 de Abril (sábado), das 8 às 17 horas, a Secretaria de Saúde disponibilizará 69 postos de vacinação, distribuídos em todo perímetro urbano do Município de Palmas.

“Os postos serão distribuídos em toda área geográfica do município para alcançarmos o maior número de pessoas possível. A intenção é tentar disponibilizar os locais que fiquem mais acessíveis à população para que conseguirmos alcançar a nossa meta”, alertou Betânia Costa, gerente da UVCZ, informando que os postos de Vacinação do Dia D, serão divulgados posteriormente.

A raiva é uma zoonose causada por um vírus que acomete o sistema nervoso central do hospedeiro, sendo transmitido a ele através da mordida, lambida ou ferida de um animal infectado. Por isso, a vacinação de animais domésticos é de grande importância para o controle desta zoonose.

“É importante que a população se conscientize para a necessidade de manter atualizado o cartão de vacinação contra a raiva do seu animal. Essa é uma zoonose transmitida ao homem pelo contato do vírus rábico através da saliva do animal infectado, sendo cães e gatos os principais responsáveis pela cadeia de transmissão em área urbana”, explica Betânia.

A gerente alerta que além dos animais domésticos, os morcegos também representam sério problema de saúde pública, pois mantêm em circulação o vírus rábico, sendo sua presença diretamente influenciada por intervenções e modificações ambientais feitas pelo próprio homem.

De acordo com o Grupo Condutor de Vetoriais e Zoonoses, em Palmas de 2015 a 2018 foram notificados 5.011 casos, todos foram descartados. “Por isso é importante a notificação dos casos das pessoas que foram mordidas ou tiveram contato com a saliva. Assim como a prevenção, vacinando os animais domésticos, diminuindo assim o ciclo de transmissão da doença”, ressalta a coordenadora do Grupo Nábia Souza.

Recomendações

A UVCZ recomenda que, na hora da vacinação, os cães estejam com coleira e guia. Os gatos devem estar em caixas de transporte apropriadas. Os animais com temperamento agressivo devem estar com focinheira.

A secretaria não fará a entrega de vacinas para ser levado para casa, o dono do animal precisa levá-lo até o posto de vacinação para ser vacinado. Vale lembrar que é importante o tutor do animal segurar o seu animal no ato do procedimento, principalmente se o animal for arisco.

De acordo com as autoridades de saúde, sintomas como dor no local vacinado, febre e comportamento mais quieto podem ocorrer até 36 horas após a aplicação da dose

Confira o cronograma e locais de vacinação:

Região Norte

20 a 22/03 – Água Fria

23 a 26/03 – Jaú

27/03 – Vão do Lajeado

28 e 29/03 – Taquaruçu Grande

2 a 4/04 – Taquaruçu Grande

5 e 6/04 – Coqueirinho

9 e 10/04 – Sargento Walter

11/04 – Brejo Comprido

12/04 – Santo Amaro

13, 16 e 17/04 – Água Fria e Dertins

Região Sul

20 e 21/03 – Ponta da Serra

22 e 23/03 – Piabanha

26 e 27/03 – Vida e Luz

28 e 29/03 e 02/04 – São João

3 e 4/04 – Vão do Mutum

5 e 6/04 – Assentamento Entre Rios

9/04 – Assentamento PA Sítio

10 e 11/04 – Grota D’Água

12 e 13/04 – Santa Fé 2ª Etapa

16/04 – Chácaras Taquari – Agrotins

17/04 – Chácaras Taquari

18/04 – Buritirana

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014