Salve a Amazonia
7 de fevereiro de 2015
publicado às 00h20
Cidadão do Futuro inicia atividades com 50 estudantes

Cidadao-Futuro-DTRAN-Foto-fernando-oliveira-85Os 50 adolescentes beneficiados pelo programa Cidadão do Futuro da Setrabes (Secretaria Estadual do Trabalho e Bem Estar Social) e Detran (Departamento Estadual de Trânsito) participaram na manhã desta sexta-feira, dia 6, da cerimônia de abertura das atividades, no auditório da escola estadual Ana Libória. Na ocasião, eles assinaram um termo de responsabilidade e tomaram conhecimento das ações que deverão desenvolver no decorrer do ano.

O presidente do Detran, Juscelino Pereira, explicou que uma das intenções do programa é auxiliar na formação de futuros condutores conscientes. “Nós vivemos hoje um problema muito sério no trânsito em Roraima. Nós temos que desenvolver todas as atividades no sentido de resolvê-lo. O cidadão do futuro cumpre dois papéis. Primeiro: orientar estes jovens para que eles se transformem em cidadão e cidadãs do Estado de Roraima. Segundo: ajudar na ação educativa para minimizar ou até mesmo resolver esse problema tão sério que afeta a nossa sociedade, que são os acidentes de trânsito”, detalhou.

Já a secretária do Trabalho e Bem Estar Social, Emília Campos, chamou a atenção para o fato do programa além de manter ocupado o adolescente ocupado e conhecendo um ambiente de trabalho, também contribuir para a formação dos novos cidadãos roraimenses. “Esse programa conscientiza e incorpora 50 jovens às estruturas do Detran para receber cursos, capacitação e conscientização sobre as leis de trânsito. É uma oportunidade para que eles se mantenham ocupados, aprendam e se formem cidadãos responsáveis”, observou.

Para isso, os  adolescentes vão contar com oficinas educativas, palestras e atendimento psicológico. “Todas essas atividades proporcionam orientação para a formação enquanto cidadão, conhecedor dos seus direitos e deveres para que possa também contribuir na construção de uma sociedade mais justa e igualitária”, informou a diretora de segurança do trânsito do Detran, Angelice Janesko.

A filha da autônoma Lusicleia Leal foi uma das beneficiadas pelo programa. Ela acredita que a nova experiência vai contar para o currículo da filha adolescente de 14 anos. “Ela vai começar desde nova a ter conhecimento, a trabalhar em áreas diferentes, aprender mais. Já parte do Detran, vai ter uma estrutura de aprendizado para secretariado, para repartições públicas, para que no futuro, quem sabe, ela faça um concurso e comece a trabalhar mesmo nessa área”, comentou Lusicleia.

PROGRAMA – Todos os anos, a Setrabes seleciona 50 adolescentes com idade entre 14 e 17 anos para participar do programa. O participante deve ser aluno da rede pública estadual, e estar cursando o último ano do Ensino Fundamental ou Médio, além de ser membro de família com renda mensal “per capta” não superior a um salário mínimo.

O programa tem como objetivo proporcionar capacitação na área de Educação para o Trânsito, através de aulas de teatro, coral, libras, artes plásticas e legislação. “Nosso objetivo é torná-los multiplicadores de educação para o trânsito e assim sensibilizar a população em prol de uma maior humanização no trânsito”, disse a diretora de segurança do trânsito do Detran, Angelice Janesko. (Secom – RR).

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014