Salve a Amazonia
8 de fevereiro de 2015
publicado às 03h03
Crias do Curro Velho contam a história de Belém em desfile no Telégrafo

Carnaval_criancas_PAAs crianças e jovens do Grêmio Recreativo Escola de Samba Crias do Curro Velho apresentaram neste sábado, 7, o tradicional desfile de carnaval pelas ruas do Telégrafo. “É fantástico ver este trabalho que é fruto de esforço coletivo e comunitário. O carnaval do Curro Velho representa uma comunidade que já incorporou o Curro Velho, incorporou o Carnaval como algo que faz parte da sua história. As pessoas se prepararam para isso. Só temos que festejar”, disse o governador Simão Jatene, que prestigiou o cortejo.

Quem também viu a apresentação das mais de 500 crianças foi a médica Elizabeth Arraes, moradora do Umarizal. “Acompanhei todo o percurso. Acho lindo o trabalho do Curro Velho. É uma iniciativa maravilhosa fazer este carnaval”, afirmou.

Na avenida, as crianças desfilaram com fantasias de índios e guerreiros, e o público assistia ao desfile das Crias das sacadas dos prédios e das casas. Uma grande parte acompanhava o desfile, que saiu da Praça Brasil, seguiu pela avenida Senador Lemos e chegou ao Curro Velho, no fim da travessa Djalma Dutra. Este ano o enredo da escola mirim era “1615: Belém de Véspera”, que falou sobre o nascimento da capital do Pará. (Agência Pará de Notícias).

Para a diretora de Oficinas do Curro Velho, Sandra Rebelo, o carnaval foi um momento da família, uma festa de união, alegria e paz. A presidente da Fundação Cultural do Pará, Dina Oliveira, se disse feliz com o resultado do trabalho das Crias do Curro Velho, que há 24 anos promove o trabalho social na Vila da Barca e no Telégrafo.

O desfile marcou a abertura da programação de Carnaval da Fundação Cultural do Pará. Nos dias 13 e 14, a festa continua na Praça do Povo, do Centur, com bailes públicos. Entre as atrações estão a bateria show das Crias do Curro Velho, Pinduca e banda Orlando Pereira, entre outros.

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014