Salve a Amazonia
29 de agosto de 2016
publicado às 15h20
Governador Marcelo Miranda defende potencial do Tocantins para produção de energia solar

Governador Marcelo Miranda defende potencial do Tocantins para produção de energia solarO governador Marcelo Miranda prestigiou na noite desta terça-feira, 23, a solenidade de apresentação do projeto de implantação do Parque Tecnológico Photovolt, em Palmas. Durante a solenidade, ele defendeu que a produção de energia solar é um elemento importante para economia e a consolidação da industrialização no Estado do Tocantins.

Segundo o Ministério de Minas e Energia (MME), em dois anos, o Brasil deverá estar na lista dos 20 países com maior geração de energia solar no mundo. A expectativa é que o Tocantins possa contribuir com essa estimativa, pois o Estado possui incidência solar considerável. “As potencialidades e as riquezas naturais de que dispomos nos credenciam a fomentar esse setor importantíssimo para nossa economia”, ressaltou o governador.

Potencialidades

O presidente da Photovolt, Wellington Romanhol, apresentou os motivos que trouxeram a empresa para o Estado. “Escolhemos o Tocantins por diversos motivos, dentre eles, o trabalho de atração de empresas feito pelo Governo do Estado, especialmente o trabalho frente a ampliação dos modais de transporte. Outro fator é o nível de luminosidade do Estado, que é um dos melhores do País, além do seu potencial de desenvolvimento”, explicou.

Atlas Solar

O governador lembrou que o Estado, por meio a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), está desenvolvendo, o projeto Atlas Solar do Estado do Tocantins. “É um completo mapeamento das potencialidades desse tipo de energia no Tocantins. O projeto, ao mesmo tempo que fortalece as políticas públicas para o setor, vai subsidiar os investidores interessados em produzir energia limpa aqui no Estado”, pontuou.

O Atlas Solar do Estado do Tocantins está sendo desenvolvido no âmbito do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), e será utilizado como um instrumento orientador de políticas públicas de energia limpa e renovável.

Projeto

Conforme a apresentação, inicialmente o projeto da Photovolt Solar Energy é composto de 4 unidades: a primeira seria a criação do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Energias Renováveis, onde a empresa possui acordo de troca de tecnologia com a Universidade de Mondragon (na Espanha), para criação de um doutorado com linhas de pesquisa específicas para o desenvolvimento e a implantação de tecnologias de geração de Energias Renováveis.

O projeto também prevê a construção da Unidade Industrial de Painéis Fotovoltaicos com capacidade instalada de 60M megawatts. Prevê, ainda, a Indústria de Usinas de Geração e Microgeração de Energia Solar, com o objetivo de ampliar a participação de energias renováveis na matriz energética brasileira. Por último, registra a implantação da Usina Modelo de Geração de Energia Solar atendendo os requisitos mundiais de segurança, ecologia, tecnologia e eficiência energética. (Cláudio Paixão / Governo do Tocantins).

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014