Salve a Amazonia
9 de fevereiro de 2017
publicado às 13h41
Grupo de agências da ONU lança roteiro para Desenvolvimento Sustentável

Grupo de agências da ONU lança roteiro para Desenvolvimento SustentávelFerramenta lançada pelo Grupo Interagencial da ONU no Brasil para a Agenda 2030 ajudará governos locais e regionais a implementar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A publicação foi elaborada por organismos da ONU e governo brasileiro e tem apoio da ONU-Habitat e do PNUD.

O Grupo Interagencial da ONU no Brasil para a Agenda 2030 lançou uma ferramenta que ajudará governos locais e regionais a implementar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). É o Roteiro para a Localização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Implementação e Acompanhamento no Nível Subnacional.

A publicação apresenta estratégias e iniciativas que já ocorrem no Brasil e podem ser adaptadas a diferentes cidades e regiões. Ela foi elaborada por diversos organismos da ONU e membros do governo brasileiro, com apoio da ONU-Habitat e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

O roteiro está dividido em cinco eixos: “Sensibilização”, “Defendendo a Ideia”, “Implementação”, “Acompanhamento” e “Para onde vamos a partir daqui?”. Com base na publicação global, lançada em inglês, o documento em português foi adaptado ao contexto brasileiro, incluindo boas práticas dos organismos da ONU no Brasil.

“Os casos relatados pelas agências especializadas, fundos, programas e entidades da ONU no Brasil foram cuidadosamente selecionados por especialistas das mais diversas áreas do conhecimento. Esperamos que a publicação seja útil para a construção de agendas propositivas e comprometidas com a implementação da Agenda 2030 em âmbito local por todo o país”, disse o coordenador do Sistema ONU no Brasil e representante residente do PNUD no país, Niky Fabiancic.

Localização

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis – é o eixo central do processo de localização. Ele leva em consideração os contextos subnacionais no alcance da Agenda 2030, desde o estabelecimento de objetivos e metas até a determinação dos meios de implementação, bem como o uso de indicadores para medir e acompanhar o progresso. (ONU Brasil).

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014