Salve a Amazonia
30 de março de 2015
publicado às 15h43
‘Hora do Planeta’ leva 200 pessoas à Lagoa do Japiim, em Manaus

Horadoplaneta

Cerca de 200 pessoas aderiram ao evento “Hora do Planeta 2015”, em Manaus, e foram ao Parque Lagoa do Japiim, na Zona Sul da cidade, na noite deste sábado (28). Às 20h30, as luzes do local foram desligadas e velas iluminaram a caminhada feita pelo público em torno da lagoa. Este é o terceiro ano consecutivo que a capital participa do ato, que tem o objetivo de chamar a atenção para o alto consumo de energia e emissão de gases de efeito estufa.

Os universitários de Biologia, Lucas Frazão, de 19 anos, e Jhonatan Gomes, de 20, participaram do movimento pela primeira vez. Para eles, o comparecimento da população mostra envolvimento na causa, porém ainda falta mais conscientização na questão de uso consciente de energia. “As pessoas ainda não abriram os olhos para o quão grande é a necessidade de cuidar do meio ambiente e evitar danos maiores. Essa ação, ainda que pequena, pode trazer um pouco dessa consciência”, opinou Jhonatan.

Yanka Alves, de 18 anos, é universitária de Engenharia Florestal e acredita que a iniciativa tem tudo a ver com a cidade. “Nós vivemos em uma região cercada de floresta e cuidar disso é essencial. Já conhecia o evento pela internet e essa é a primeira vez que participo. Espero que as pessoas entendam a importância e que possam cuidar mais do meio ambiente, inclusive plantado árvores”, disse.

A cantora Lucinha Cabral fez uma apresentação acústiva enquanto as luzes ainda estavam apagadas. No repertório, clássicos da música popular brasileira embalaram o público no parque.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) pretendida promover um abraço na lagoa, o que exigia um número aproximado de 500 pessoas. No entanto, segundo a Polícia Militar, o público presente foi de cerca de 200 pessoas.

Doação de mudas
Bastante procuradas pelas pessoas, as mudas de plantas levadas pela Semmas para doação quase esgotaram. As espécies frutíferas, segundo Albertila Brasil, responsável pela doação, foram as primeiras a acabar. Algumas espécies, como o Ingá e o Açaí Juçara, mais indicados para o plantio em locais amplos como sítios, foram as poucas que restaram.

Movimento
O evento Hora do Planeta foi criado em 2007. Além de buscar chamar a atenção para a necessidade de redução do consumo de energia e da emissão de gases de efeito estufa, a ação tem o objetivo de promover, consequentemente, a melhoria da qualidade de vida.

Segundo a Prefeitura, em Manaus, a iniciativa conta com a parceria da ONG WWF Brasil, Grupo de Voluntários do Greenpeace, Associação Torcida do Amazonas, Associação de Moradores do Japiim, Uninorte, Ciesa, Faculdade Estácio, , Boas Novas, Ulbra e Ufam. (G1).

 

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014