Salve a Amazonia
7 de fevereiro de 2015
publicado às 00h01
Infraestrutura em transportes é tema de audiência em Brasília

Ministério-dos-TransportesIMG_0118-570x380A recuperação da BR-364, a estruturação da Estrada Parque, os elevados da cidade de Porto Velho e a implantação do novo porto da capital foram os principais assuntos da audiência desta quinta-feira (5), no Ministério dos Transportes, em Brasília,  entre o secretário de Gestão dos Programas de Transportes, Miguel de Souza, o vice-governador, Daniel Pereira, o senador Acir Gurgacz, a deputada federal Marinha Raupp e a superintendente Sibra, Elizete Lionel.

Daniel Pereira disse que além da visita de cortesia ao Miguel de Souza, que já foi vice-governador de Rondônia e hoje ocupa uma posição importante dentro do Ministério dos Transportes, ele afirmou ter ido buscar informações e caminhos para solucionar alguns entraves relacionados a malha rodoviária federal no Estado e aos elevados da cidade de Porto Velho, que são obras iniciadas e não concluídas. Ele reivindicou também soluções imediatas referente as obras da BR-364 com relação aos trechos que sofreram alagamento em 2014.

O senador Acir Gurgacz falou que apesar da boa vontade dos técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), é sempre um problema lidar com a burocracia. “Quando a gente pensa que as coisas estão resolvidas descobre que ainda tem muito para se fazer. É um desafio”.  Acir enfatizou que é preciso urgência para reiniciar as obras dos viadutos de Porto velho e do Contorno Norte da capital. “Infelizmente temos um caminho longo a percorrer, mas temos que vencer essa etapa.

A deputada federal Marinha Raupp, criticou a morosidade do Dnit e demonstrou sua preocupação quanto a BR-364. “Nós precisamos ter verdadeiramente uma adequação dessa rodovia que é a espinha dorsal de Rondônia, e de integração do Estado do Amazonas e do Acre”, frisou. Marinha disse que houve apenas a recuperação de trechos da BR-364, no entanto é preciso que seja executado obras para a implantação da segunda faixa que dá a oportunidade de ter mais segurança na rodovia. Segundo a parlamentar, o governo federal apresentou o projeto, mas não o executou.  “Isso nos traz muita preocupação”.

Sobre os trechos da 364 que alagaram no ano passado, Marinha Raupp falou que é preciso definir o que será feito agora, ela ainda lembrou dos recursos da Cide (recursos do governo federal para financiar os investimentos no setor de transportes) e que segundo ela, é muito importante para o Estado.

A Estrada Parque, também foi tema da pauta da reunião com o secretário de Gestão dos Programas de Transportes.  Marinha Raupp  disse que o governador Confúcio Moura tem se posicionado em fazer a ligação dessa estrada estadual para que os municípios de Guajará-Mirim e Nova Mamoré e até mesmo o Estado do Acre não fiquem isolados como aconteceu no ano passado.

 (Texto: Zózimo Macêdo – Fotos: Zózimo Macêdo – Decom – Governo de Rondônia).
Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014