Salve a Amazonia
1 de fevereiro de 2015
publicado às 02h34
Lideranças indígenas entregam carta aos representantes do Estado

AH3K5692-300x200Lideranças de 13 povos e 24 associações indígenas compareceram ao planejamento da gestão estadual voltada para os povos da floresta. Na ocasião, foi entregue ao secretariado de governo uma carta de todos os povos indígenas do Acre.

Francisca Arara, coordenadora da Organização dos Professores Indígenas do Acre (Opiac), leu a carta aos representantes do governo e apresentou as reivindicações para a gestão. Dentre as principais, estão: criação de um programa de formação continuada de professores, além de um conselho estadual indígena, que tenha poder de decisão.

A chefe da Casa Civil, Márcia Regina Pereira, representou o governador na reunião. Ela agradeceu às lideranças e disse que a ansiedade de realizar é tão presente nos povos indígenas quanto no Estado.

“Precisamos fortalecer dentro de nós os avanços, a história que construímos juntos. Hoje, podemos dialogar sobre uma carreira de magistério, podendo falar da melhoria nos avanços agroflorestais em terras indígenas, isso é graças ao esforço conjunto de respeito e valorização que o governo do Acre se empenhou nos últimos anos”, disse Márcia Regina.

Respostas do governo aos povos indígenas

Hoje, mais de 10 secretarias estaduais trabalham em parceria com a Assessoria de Assuntos Indígenas, para garantir a inclusão dos povos acreanos nas políticas públicas. Entre elas estão: Secretaria de Educação e Esportes (SEE) e Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof).

Marco Brandão, afirmou que a SEE vai buscar outras formas de construir escolas indígenas e também para certificar professores, além de construir uma carreira do magistério indígena. “O nosso compromisso é abrir o diálogo para a curto e médio prazo implementar mudanças que eles sintam ser significativas”, disse Brandão, secretário de Educação.

Já o secretário de Produção, Glenilson Figueiredo, ouviu as lideranças e se comprometeu em visitar todos os 15 povos indígenas da Acre. “O primeiro compromisso foi escutá-los. Vamos tentar visitar todos e fazer um planejamento nas aldeias”, garantiu Figueiredo. (Secom-AC).

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014