Salve a Amazonia
21 de dezembro de 2020
publicado às 08h02
Meio Ambiente e ONG 8 BillionTrees finalizam o plantio de 24 mil mudas

Buscando restaurar uma área de aproximadamente 20 hectares dentro do Parque Estadual do Lajeado (PEL), a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), em parceria com a ONG 8 BillionTrees e com o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) realizou na primeira quinzena do mês de dezembro deste ano, o plantio de 24 mil mudas de espécies nativas do bioma cerrado.

O Acordo de Cooperação Técnica para a realização do plantio no Parque foi celebrado pelo Governo do Tocantins, por meio da Semarh, e a ONG 8 BillionTrees no mês de novembro de 2020, e terá validade até 2022.  Dentre as mudas plantadas no PEL estão os ipês rosa, roxo, branco, amarelo, angico, tamburil, caju, cajuí, genipapo, ingá, paineira, angico preto, angelim amargoso, pata de vaca, guavira, mirindiba, pau pombo e pitomba.

Segundo o secretário da Semarh, Renato Jayme, desenvolver projetos voltados para conservação ambiental é um dos compromissos do Governo do Tocantins.  “Com essa parceria firmada entre a Semarh e a ONG 8 BillionTrees estamos conseguindo realizar ações de plantio em áreas que por algum motivo sofreram impactos ambientais e precisam ser restauradas”, disse.

Essa é a segunda vez que a ONG 8 BillionTrees firma parceria com o Governo do Tocantins para recuperar áreas aqui no Estado. Em janeiro deste ano foram plantadas mudas de angico, jenipapo, baru e ipês de todas as espécies em propriedades que ficam localizadas em Taquaruçu Grande. No total, a região recebeu o plantio de 10 mil mudas de árvores em uma área de 3 hectares.

O sítio Agro Florestal Mãe Terra, foi uma das propriedades que recebeu as mudas no começo do ano, e segundo o proprietário, Osmar Martins, “as mudas estão se desenvolvendo aos poucos, mas já é possível perceber uma mudança na área”. Ainda segundo o proprietário “o reflorestamento da região é muito importante por se tratar de uma área que, além de ser inclinada, fica na beira do córrego, e esse plantio tem auxiliado na proteção da água do riacho evitando o assoreamento”.

Ainda em Taquaruçu Grande, a Estância Marina também recebeu o plantio de mudas e, segundo o proprietário Ruy Bucar, a propriedade já seguia as diretrizes dos órgãos ambientais e após o plantio isso se intensificou. “A gente já cumpria a determinação do código florestal, que prevê 30 metros de proteção da mata ciliar, pensando sempre em agregar valor para propriedade que está dentro de um pólo turístico”, frisou. O proprietário ainda ressalta que “podemos demonstrar que em vez de desmatar para produzir, estamos conciliando a produção com o aumento da mata ciliar, e isso faz muito sentido porque o que temos de bem maior é a nossa água aqui da bacia do Taquaruçu, que é responsável pelo abastecimento em Palmas”.

A escolha do Estado para receber o plantio das mudas se deve ao bom relacionamento que o Governo do Tocantins tem com organizações que manifestam interesse em desenvolver projetos ambientais por aqui. Segundo o diretor de operações da ONG 8 BillionTrees no Brasil, Maycon Garcia, “finalizar este ano com mais de 34 mil árvores plantadas no Tocantins é gratificante e, mesmo com as surpresas de 2020, conseguimos plantar um número significativo, e já estamos empolgados para desenvolver novos projetos em 2021 que possam geram resultados positivos para o meio ambiente e também para a sociedade”.

A parceria da Semarh com a ONG 8 BillionTrees prevê para o ano que vem o plantio de até 50 mil mudas que serão produzidas pelo viveiro do Estado, implantado recentemente pelo governador Mauro Carlesse, e fica localizado nas dependências da Universidade Federal do Tocantins (UFT), câmpus de Gurupi.

PEL

Criado no ano de 2001, o Parque Estadual do Lajeado foi implantado em uma área formada por três fazendas com atividades agropecuárias, onde já havia ocorrido degradação ambiental. Possui uma área de 99,31 Km ² que busca proteger a fauna, flora e os recursos naturais e garantir o aproveitamento sustentável do potencial turístico.

O Parque possui características importantes para a manutenção do equilíbrio ecológico e mantém uma rica fauna regional com representantes de diversos grupos de vertebrados, tais como paca, raposa, lobo guará, anta, onça, macaco prego, beija flor, seriema, serpentes e lagartos.

8 BillionTrees

A ONG 8 BillionTrees foi fundada em 10 de novembro de 2018, por Mike Powell e Jon Chambers que investiram seu próprio dinheiro para começar a transformar em realidade o sonho de plantar 8 bilhões de árvores pelo mundo. A ONG já plantou mais de 1 milhão e 200 mil árvores recuperando diversas áreas no planeta com fundos de doações em: Madagascar, Indonésia, República Democrática do Congo, Tanzânia e no Brasil.

A ONG também realiza a venda de artigos que são revertidos em árvores plantadas, que podem ser adquiridas diretamente na página web da instituição. A cada artigo vendido são 10 árvores plantadas. O site da instituição pode ser acessado através do link https://8billiontrees.com/.

Fonte: Secom TO

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014