Salve a Amazonia
1 de fevereiro de 2015
publicado às 00h25
Milhares de atletas celebram a 45ª edição da Corrida de Reis

corridadereisGovernador Rodrigo Rollemberg correu a prova e elogiou a união dos brasilienses em torno da cidade

Com a participação do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, foi disputada neste sábado (31) a 45ª edição da Corrida de Reis, no Eixo Monumental. A prova contou com 8 mil corredores inscritos e centenas de outros que acompanharam o pelotão principal no bonito fim de tarde da capital.

 

A largada foi dada em frente ao Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha em um clima de grande confraternização. Primeiro, saíram os integrantes da categoria especial. Às 19h19, o governador e a secretária de Esporte e Lazer, Leila Barros, deram o sinal para o pelotão do percurso de 10 quilômetros. Eles se juntaram aos corredores às 19h29, quando partiu o grupo que correu 6 quilômetros.

 

“Estou muito feliz de estar aqui. A corrida não seria possível sem o apoio da cidade e sem os esforços da secretária Leila Barros”, declarou Rollemberg. “É isso que queremos ver, a população unida. Isso nos dá confiança de que Brasília vai vencer as dificuldades.”

 

Leila ressaltou a ajuda da iniciativa privada, que viabilizou a prova. “Foi fundamental a ajuda de alguns órgãos do governo e de outros parceiros, que se sensibilizaram com o momento que o DF vive. Sem eles, a corrida não estaria ocorrendo”, disse a secretária.

 

Percursos
Nas duas opções de percurso os corredores iam até a Praça do Buriti e contornavam para descer o Eixo Monumental. No trajeto menor, o pelotão ia até a Torre de TV e retornava em direção à linha de chegada, no Ginásio Nilson Nelson. Na prova de 10 quilômetros, os atletas seguiam até a Avenida das Bandeiras, em frente ao Congresso Nacional, antes de subir o Eixo de volta.

 

“Tem que ter fôlego para governar Brasília”, brincou Rollemberg, ao cruzar a linha de chegada na companhia do vice, Renato Santana. A primeira-dama Márcia Rollemberg também completou a prova de 6 quilômetros. O governador e outras autoridades homenagearam as empresas que ajudaram a viabilizar o evento e entregaram troféus aos cinco primeiros colocados da categoria 10 quilômetros (masculino e feminino) e da especial. Todos os participantes receberam medalhas.

 

Os brasilienses também celebraram a realização do evento, que é a segunda corrida de rua mais tradicional do País, atrás apenas da São Silvestre, em São Paulo. Cego desde que nasceu, o estudante Giovani Alziro, de 21 anos, percorreu os 6 quilômetros da prova tendo o professor Hermínio Sotero como guia. “Estou muito feliz, é um dia importante para mim. É a primeira corrida que participo”, comemorou emocionado ao cruzar a linha de chegada.

 

Doações
A 45ª edição da Corrida de Reis arrecadou 35 toneladas de alimentos não perecíveis, que serão entregues a instituições sem fins lucrativos cadastradas pela organização do evento. As doações, opcionais, foram feitas por dois dias (quinta e sexta-feira), na entrega dos kits da corrida no Ginásio Nilson Nelson. (Agência Brasília).

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014