Salve a Amazonia
6 de dezembro de 2016
publicado às 11h13
Natal Solidário disponibiliza a adoção de cartinhas com pedidos de presente

natal-solidario-disponibiliza-a-adocao-de-cartinhas-com-pedidos-de-presenteQuando se fala em criança, tão importante quanto ir à escola, escovar os dentes, comer e fazer lição de casa é brincar. Ter tempo para soltar a imaginação, criar coisas e personagens, explorar novos espaços ou simplesmente fazer nada é fundamental para o desenvolvimento físico, emocional e neurológico dos pequenos. Pensando nisto e em todo o espírito natalino, a  Universidade Federal do Tocantins, por meio da Pró Reitoria de Extensão e Cultura (Proex), lançou a campanha Natal Solidário, que teve início no dia 17 de novembro e segue até o dia 12 de dezembro. As cartinhas das crianças estão expostas no  hall do bloco IV, do Câmpus de Palmas. Mas podem ser retiradas também na Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários (Proex), Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (Progedep), GDH (Bala I), Biblioteca e Restaurante Universitário.

 

Cartas expostas no hall do bloco IV (Foto: Elini Oliveira)(Foto: Elini Oliveira)

Creche Monte do Carmo: 
Crianças da Creche Monte do Carmo serão beneficiadasAs cartas foram selecionadas de projetos sociais desenvolvidos em Palmas e região e também cartas entregues aos Correios. Um dos projetos selecionados é a creche comunitária Monte do Carmo, no setor Taquari, em Palmas. A creche é administrada pela Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP), uma instituição filantrópica que ajuda crianças carentes na comunidade, com faixa etária de 4 a 5 anos.

A professora da UFT e responsável pela creche Monte do Carmo, Dilsilene Santana, explica  que a ação pode ser um contato de generosidade para as crianças que poderão ser beneficiadas. “Essa ação possivelmente será uma experiência de generosidade, de solidariedade e de valores que tanto precisam ser veiculados na sociedade atual, em especial para as nossas crianças que estão em formação”, conta.

 

Solidariedade:

A mãe da pequena Ana Lívia, Maria de Jesus Hipólito, enviou uma cartinha para o natal solidário e conta que se sente muito feliz com iniciativas como esta. “É bom saber que a cartinha da minha filha talvez possa sensibilizar alguém. E dar pra ela um presente que eu no momento não posso e com isso fazer o meu natal também feliz”, ressaltou.

Além de brinquedos e eletrônicos, algumas crianças acabam pedindo itens para a casa ou itens de material escolar. Quem adquire os presentes e faz as doações, entretanto, não tem trenó e barba branca. São as pessoas da sociedade que, solidárias, adotam os pedidos e confiam na ação para fazer o Natal das crianças mais feliz. Foi o que fez a servidora da UFT, Veronice Araújo. Ela conta que escolheu a carta aleatoriamente e só pela alegria de fazer alguma criança sorrir. “Acho belíssimas campanhas como esta. E a importância que um gesto tão pequeno pode ser para essas crianças. Estou feliz por poder ajudar”, disse. (Ascom UFT).

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014