Salve a Amazonia
15 de abril de 2015
publicado às 11h09
Palmas é a capital com maior consumo de frutas e feijão da Região Norte

FrutasdePalmas

Pesquisa de investigação de hábitos alimentares dos brasileiros mostra Palmas como a capital da Região Norte do país com melhores percentuais de consumo regular de frutas e hortaliças. Os dados são da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2014), divulgada pelo Ministério da Saúde.

Em relação ao consumo regular de frutas e hortaliças, Palmas ficou na 6ª colocação no ranking de capitais com maior frequência de consumo. Segundo os dados da pesquisa, 27% dos palmenses entrevistados consomem frutas e hortaliças pelo menos cinco vezes por semana. A média de consumo de frutas e verduras nas capitais é de 24,1%. O consumo de frutas e verduras é recomendado pelo alto teor nutricional e por contribuírem para a prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, como câncer, diabetes e hipertensão.

Os dados mostram que 76,6% dos palmenses participantes da pesquisa consomem feijão pelo menos cinco vezes por semana. Nacionalmente, a média nacional de consumo da leguminosa é de 66%.  A Vigitel 2014 mostra ainda que os homens brasileiros (73%) consomem mais feijão regularmente que as mulheres (61%).

Com relação ao consumo de carne com gordura, a capital tocantinense ficou na quinta posição entre as 26 capitais e o Distrito Federal com maior percentual de consumo regular. Sobre o consumo frequente de refrigerantes, a média nacional de consumo é de 20,8% dos entrevistados. Nesse ranking, Palmas é a 14ª capital, sendo que a média de consumo da bebida artificial na cidade é de 18%.

Alimentação saudável

Segundo o gerente estadual de Doenças Não Transmissíveis, Jader José Rosário da Silva, apesar de se tratar de uma pesquisa amostral, as informações obtidas através do levantamento permitem a identificação de comportamento de alimentação e de consumo para que a partir dele sejam elaboradas políticas públicas de incentivo aos hábitos saudáveis, como adoção de alimentação equilibrada e da prática de atividade física.

Com o intuito de difundir orientações sobre como ter hábitos alimentares mais equilibrados, técnicos da Secretaria do Estado da Saúde (Sesau) elaboraram um cardápio completo com sugestões de refeições balanceadas e receitas funcionais. O cardápio pode ser baixado clicando aqui: http://www.saude.to.gov.br/images/phocadownload/cardapio_saudavel.pdf

Promoção da saúde

Como incentivo à adoção de políticas públicas de promoção à saúde, a Sesau realiza assessoramento técnico aos municípios tocantinenses para elaboração de Plano de Ações de Enfrentamento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis. Dezessete municípios no Estado já possuem planos especificando objetivos e diretrizes focadas em ações de vigilância, informação e avaliação de serviços de promoção à saúde e prevenção de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e etc.

A instalação de academias ao ar livre, compostas por aparelhos de ginástica de baixo impacto como incentivo à prática de exercícios físicos, é outra iniciativa. Ao todo, 26 novos polos de academias de saúde foram instalados no último ano no Tocantins. (Secom – TO).

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014