Salve a Amazonia
22 de agosto de 2019
publicado às 13h29
Palmas totalmente encoberta pela fumaça de queimadas

Palmas totalmente encoberta pela fumaca de queimadas

Registros fotográficos foram feitos na orla do distrito de Luzimangues e na ponte Fernando Henrique Cardoso. Veja orientações do Corpo de Bombeiros para esse período do ano.

Palmas amanheceu tomada pela fumaça na manhã desta quinta-feira (22). Fotos feitas na orla de Luzimangues, distrito de Porto Nacional, e na ponte Fernando Henrique Cardoso mostram a cidade totalmente encoberta. A fumaça é resultado das várias queimadas registradas na região central do estado na última semana.

De acordo com o monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o Tocantins registrou mais de 5,4 mil focos de queimadas no ano. A fumaça, aliada ao tempo seco e às altas temperaturas registradas nessa época do ano podem causar problemas de saúde e agravar doenças respiratórias.

Nesse cenário é importante a ingestão de líquidos e evitar atividades físicas ao ar livre. “A gente orienta as pessoas a ingerir bastante líquido, pelo menos dois litros de água por dia, evitar exposição ao sol praticando atividade física após às 10h e antes das 16h. Se for sair ao sol, usar bastante protetor solar e protetor labial”, explicou o capitão Nogueira, comandante do 1º batalhão do Corpo de Bombeiros de Palmas.

Segundo ele não é necessário a utilização de máscaras, porém, as crianças e idosos precisam de um cuidado maior. “Algumas crianças os pais devem estar atentos, assim como os idosos, que são mais sensíveis e frágeis. Se puderem fazer aquela inalação e usar umidificadores, se não tiver, podem colocar um balde ou uma bacia com água à noite para melhorar o sistema respiratório. Isso ajuda bastante”.

O comandante alertou para a importância de não provocar queimadas. “A gente aproveita para lembrar as pessoas de não provocar incêndios florestais, evitar a queima de lixo em suas casas. A maioria desses incêndios, quase que 100%, são provocadas pelo homem.”

Nas últimas semanas grande focos de incêndios têm sido registrados na região de Palmas. Um incêndio florestal atingiu em uma área depreservação por três dias e ameaçou um sítio arqueológico. Queimadas nas margens de rodovias também têm prejudicado a visibilidade e atrapalhado o trânsito em rodovias estaduais e federais.

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014