Salve a Amazonia
19 de março de 2016
publicado às 15h16
Parteiras do Amapá se sentem desprezadas pelo Governo

Parteiras do Amapá se sentem desprezadas pelo GovernoA audiência pública realizada nesta sexta-feira, 18, na Câmara de Vereadores de Macapá, para tratar da inclusão das parteiras tradicionais em políticas públicas de saúde no âmbito municipal, foi considerada um sucesso pela organizadora do evento, a vereadora Neuzinha Velasco (PSB). De lá, dois principais encaminhamentos ficaram definidos e um deles diz respeito à valorização dessas mulheres.

A parteira Carmelina Souza Lobato usou a palavra para fazer um desabafo. Disse que as parteiras do Amapá estão sendo desvalorizadas pelo atual governo e que precisam ser tratadas com mais respeito.

“Não temos nenhuma atividade, não tem kit para fazer partos, estamos sem receber há três meses e desde o ano passado que não é feito nenhum tipo de encontro ou capacitação como ocorria no passado”, declarou.

Outras parteiras reclamaram que foram excluídas do Renda para Viver Melhor e anseiam por um encontro com o governador Waldez Góes (PDT) para que ele possa explicar os motivos pelos quais elas foram retiradas do programa.

Outro ponto da audiência, esse positivo, foi a declaração do secretário Desenvolvimento Urbano e Habitacional, Valdinei Santana Amanajás, de que o prefeito de Macapá não medirá esforços para legalizar o terreno onde será construída a Casa de Parto da Zona Sul, cuja emenda no valor de R$ 700 mil já está garantida pela deputada federal Janete Capiberibe (PSB), uma das convidadas do evento.

Em sua fala, a parlamentar fez um detalhamento das principais atividades desenvolvidas por ela para a valorização da categoria. Janete lembrou que em 1995, na condição de primeira- dama do Estado, implantou o Projeto Parteiras Tradicionais do Amapá e incentivou a criação da Rede Estadual de Parteiras Mãe Luzia, coordenada pela parteira Maria Luiza Dias.

“O governo, seja ele de que partido for, tem a obrigação de dar apoio às parteiras do Amapá. São elas que dão assistência e amparam as mulheres nos locais onde o Poder Público não atua. Por isso, elas têm de ser respeitas e vamos cobrar essa valorização do atual governador”, sublinhou.

Da audiência participaram ainda os vereadores socialistas Washington Picanço e Alan Ramalho, Nelson Souza (PCB) e o Professor Madeira, que assinará nesta sexta-feira ficha de filiação ao PSB.

 

Fotos: Nonnato Ribeiro

Textos: Assessoria de Comunicação da Deputada Janete Capiberibe (PSB/AP)

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014