Salve a Amazonia
1 de janeiro de 2017
publicado às 17h22
Pit bull é condenado à morte após defender residência de assalto em Paranã (TO)

pit-bull-e-condenado-a-morte-apos-defender-residencia-de-assalto-em-parana-toUm cachorro da raça pit bull defendeu sua residência durante uma tentativa de assalto na cidade de Paranã, no Tocantins. O ladrão, conhecido como “Dezim”, pulou o muro para tentar entrar na casa, mas foi surpreendido pelo cachorro que avançou contra o homem.

Dezim conseguiu fugir do local e foi preso ao dar entrada em um hospital da cidade. O homem alegou pulou o muro pra pegar uma sandália que, segundo ele, teria caído no local por engano. Após prestar depoimentos, foi liberado pela polícia.

Segundo o tutor do animal, Edivaldo Chagas, após o incidente, uma equipe do Canil da cidade se dirigiu até a residencia e apreendeu o cão, cumprindo uma determinação de um juiz. Agora, o pit bull será morto, pois, segundo a determinação, o animal ameaça a integridade física dos moradores da região.

Edivaldo está abalado e tenta reverter a situação. O tutor declara que o cão é muito pacífico e que nunca demonstrou qualquer agressividade. Segundo ele, o cachorro não tem acesso à rua, apenas em passeios com coleira e focinheira, tornando impossível um possível “ataque”.

De acordo com o Geral Online, agora Edvaldo tenta reaver a tutela do animal.

Nota da Redação: Há anos os pit bulls são tratados injustamente pela sociedade que associa erroneamente estes cães à agressividade. Os pit bulls são como todos os outros cães e quando recebem amor, demonstram companheirismo e ternura. Este preconceito causa um grande sofrimento aos animais que são vítimas de maus-tratos, abandonados e têm a morte induzida. A determinação, absurda e abusiva, visa punir mais um animal injustamente, já que o mesmo só tentava defender sua residência de um bandido. (Por Rafaela Pietra | Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais).

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014