Salve a Amazonia
14 de setembro de 2016
publicado às 20h29
PNUD apoia debate sobre gestão ambiental e territorial indígena em Brasília

pnud-apoia-debate-sobre-gestao-ambiental-e-territorial-indigena-em-brasiliaA Fundação Nacional do Índio (FUNAI) promoveu o seminário do Protejo GATI (Gestão Ambiental e Territorial Indígena): Aprendizagens e Perspectivas, em Brasília, para discutir e apresentar os resultados de sete anos de implementação da iniciativa em 32 terras indígenas localizadas em cinco biomas brasileiros.

O projeto tem como objetivo promover a conservação da biodiversidade por meio do fortalecimento de gestão, do uso sustentável e da conservação dos recursos naturais pelos povos indígenas em seus territórios. Para isso, conta com parceria entre movimento indígena brasileiro, FUNAI, Ministério do Meio Ambiente (MMA), The Nature Conservancy (TNC), Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

O projeto atuou, principalmente, no fortalecimento de práticas tradicionais indígenas de manejo, uso sustentável e conservação dos recursos naturais. “Isso é importante porque apoia diretamente o protagonismo indígena na formação de políticas públicas de gestão territorial e ambiental de terras indígenas”, disse a oficial de programa da unidade de desenvolvimento sustentável do PNUD, Rose Diegues.

Dessa forma, o seminário reuniu atores institucionais que têm contribuído para a implementação de ações de gestão territorial e ambiental de terras indígenas no Brasil. Entre eles, representantes indígenas de todos os territórios que se constituíram como Áreas de Referência do GATI, assim como representantes de organizações indígenas regionais, servidores da FUNAI, MMA e representantes de organizações parceiras.

O evento teve apresentações dos resultados do projeto e abordou questões referentes às perspectivas para gestão ambiental e territorial de territórios indígenas, cujos debates se aprofundarão em trabalhos de grupo.

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014