Salve a Amazonia
7 de fevereiro de 2015
publicado às 00h13
Produtores indígenas recebem treinamento

FOTOS-DA-VISITA-DO-DIA-DE-CAMPO-NA-EMBRAPA-COM-O-SECRETARIO-DO-INDIO-FOTO-NETO-FIGUEREDO-4Com o intuito de apresentar as novas tecnologias para a cultura da melancia e mandioca no estado, a SEI (Secretaria Estadual do Índio) firmou uma parceria com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em Roraima). Na manhã desta quarta-feira, dia 4, cerca de 40 produtores rurais indígenas receberam treinamento, no Campo Experimental Água Boa, sentido sul da BR-174, sobre o manejo da cultura da melancia e potencialidades para o consórcio com a mandioca.

O titular da Secretaria do Índio, Ozelio Messias informou que propôs a parceria para sanar uma das maiores dificuldades do produtor rural indígena: a falta de qualificação. “Em gestões anteriores os produtores rurais indígenas não tiveram a oportunidade de conhecer as tecnologias para melhorar a produção. Nós precisamos investir bastante no conhecimento. Então em nossa gestão daremos foco nessa qualificação”, disse.

A chefa substituta de pesquisa da Embrapa, Elisangêla Fidelis, informou que o objetivo do treinamento do Dia de Campo foi mostrar uma nova tecnologia que está sendo estudada, que é o consórcio da melancia com a mandioca. “Queremos estabelecer um cultivo onde se tenha produção tanto da melancia quanto da mandioca e saber quanto que se pode ganhar plantando essas duas culturas juntas”, ressaltou.

Elisangêla explicou que nessa pesquisa da melancia em consórcio com a mandioca, o destaque é a melhor utilização da terra pelo agricultor.  Segundo ela, como o ciclo da melancia varia de dois a três meses, durante o período que não houver produção da fruta o agricultor pode colher a mandioca, que tem um ciclo mais longo. “A vantagem do consorcio é que a mandioca acaba se beneficiando da adubação e irrigação que já está sendo feita para a cultura da melancia, aumentando, assim, a produtividade da raiz”, disse.

O produtor Elizeu Gustavo acredita que a parceria com a Embrapa é importante para a agricultura no estado. “Estamos aprendendo a trabalhar com o que já produzimos, a mandioca e a melancia. É importante levarmos essas novas tecnologias para nossas comunidades. Esse treinamento abre mais a visão dos agricultores para o mercado”, observou.

Participaram do treinamento indígenas dos municípios de Pacaraima, Boa Vista, Caroebe e Normandia. O titular da SEI informou que pretende estender a parceria aos demais produtores indígenas do estado. “Continuaremos a qualificar os produtores junto a Embrapa. Essa é a primeira atividade que estamos realizando e queremos propor muitas outras parcerias”, explicou.

(Secom – RR – ISAQUE SANTIAGO – Foto: Neto Figueiredo).

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014