Salve a Amazonia
3 de fevereiro de 2015
publicado às 08h28
Questões sociais e setor produtivo estão na pauta dos novos senadores

15467209318_e608a20535_mUma pauta mais voltada a questões sociais, como o acesso do cidadão a serviços essenciais, é a prioridade de vários senadores que tomam posse no domingo (1º). Políticas públicas que garantam saúde, educação e segurança, além da manutenção dos direitos do trabalhador, aparecem entre as principais bandeiras.

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS), filha do ex-senador Ramez Tebet, morto em 2006, acredita que este ano será decisivo para o país.  Sua meta principal é preservar e continuar promovendo as conquistas sociais alcançadas, mesmo num cenário de crise.

Para Regina Sousa (PT-PI), com atuação em movimentos sindicais e populares, as demandas sociais e os direitos humanos são sua principal bandeira no Senado.

Setor produtivo

O setor produtivo também está entre as prioridades dos novos senadores. José Medeiros (PPS-MT), suplente de Pedro Taques (PDT-MT) que tomou posse em 1º de janeiro diz que vai trabalhar para levar incentivos ao produtor rural e à agricultura familiar.

– Principalmente no que tange à infraestrutura logística. O estado depende do escoamento para sua subsistência – afirmou.

Além de recursos para educação, o senador também defende a criação de projetos para a área da segurança pública. Policial rodoviário há 20 anos, o senador cobra mais policiamento nas fronteiras do país.

Preocupado com infraestrutura e geração de emprego e renda, Hélio José (PSD-DF) dividiu seu plano para o mandato legislativo em quatro eixos: habitação; estímulo aos empreendedores; servidores públicos; e energia.

Engenheiro eletricista, o senador defende uma nova matriz energética para o Brasil. Ele se diz preocupado com a crise hídrica e a possibilidade de apagões no país, que é dependente de hidrelétricas e termelétricas.

– O Brasil imenso com esse sol o dia inteiro, com tanto vento, com tantas alternativas de biomassa, tem que ter uma matriz energética mais diferenciada. Como é hoje na Europa e em outros países – disse Hélio José, que substituiu Rodrigo Rollemberg, também em 1º de janeiro. (Agência Senado).

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014