Salve a Amazonia
19 de março de 2015
publicado às 15h36
Rio Acre sobe 30 centímetros em menos de 20 horas na capital

RioAcresobeApós ter apresentado uma baixa nos últimos dias, o Rio Acre voltou a subir e chegou a marca de 15,40 metros na manhã desta quinta-feira (19) em Rio Branco, 30 centímetros a mais em comparação às 18h da quarta-feira (18), quando o manancial estava em 15,10 metros. De acordo com a Defesa Civil e Bombeiros, a previsão é que o nível continue subindo nas próximas horas em decorrência das chuvas.

“Por conta da chuva na região do Riozinho do Rola e também devido às águas que passaram por Brasileia e Xapuri, o nível do nosso rio acabou sendo afetado. Nas próximas horas, a previsão é que as águas continuem subindo. Estamos monitorando também, junto ao Sipam [Sistema de Proteção da Amazônia] a questão dessa subida nos rios da região”, explica o capitão do Corpo de Bombeiros, Cláudio Falcão.

Na capital, mais de cinco famílias continuam alojadas em abrigos. De acordo com a Defesa Civil, são 1.400 famílias distribuídas em oito abrigos, sendo que a grande parte desse público se encontra no Parque de Exposições Marechal Castelo Branco.

“Na realidade, nós já tiramos mais de 50% das famílias que estavam em abrigos, mas ainda temos pouco mais de 5 mil pessoas. São 12 bairros ainda atingidos e orientamos que moradores de bairros como Quinze, Taquari, 6 de Agosto, Airton Sena e Baixada do Habitasa, não retornem para suas casas”, destaca.

O  Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) informou que a previsão para esta quinta-feira no Acre é que o céu fique nublado a encoberto em todo o estado e também alerta para grande volume de chuva, principalmente no oeste acreano.

Cheia histórica
O Rio Acre atingiu a marca histórica de 18,40 metros em Rio Branco e desabrigou mais 10,4 mil pessoas e 53, dos 212 bairros da capital, foram atingidos. No total, mais de 87 mil pessoas foram afetadas diretamente pela cheia do rio.

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil reconheceu no último dia 4, o estado de calamidade pública por rito sumário para as cidades de Rio Branco e Brasileia. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). No dia 7, o estado de calamidade foi reconhecido em Xapuri. O anúncio foi feito durante visita do ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas. (G1).

 

Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014