Salve a Amazonia
16 de fevereiro de 2015
publicado às 23h01
Rio Branco elege as realezas do Carnaval 2015

Final_da_Escolha_da_realeza_2015_Fotos_Assis_Lima_16São Pedro resolveu que o período de inverno amazônico demandaria chuva no fim de tarde da última sexta-feira, 13. Assim aconteceu. Mas, nada segurou o público em casa. Sem sereno, às 20h, a arquibancada da Concha Acústica Jorge Nazaré abrigava uma plateia ansiosa pelo início do Concurso de Escolha das Realezas 2015, com direito a torcida organizada e muita gritaria.

Apesar da água fria que refrescou o ambiente, o calor permaneceu intenso no pré-produção. Que o digam os secadores de cabelo usados para resgatar o que havia ficado úmido no trajeto de casa até o evento. Os assistentes – fadas madrinhas, na verdade – se dividiam pelos corredores como que numa força-tarefa para salvar as plumas e manter a beleza e a proposta das fantasias.

De outro lado, a correria era pelo acabamento da maquiagem e do penteado. O ambiente exalava a paixão e ansiedade até a hora do espetáculo. Sentimentos justificados pelo amor ao samba e às manifestações de rua. Ali, os finalistas representavam a si próprios e, ao mesmo tempo, as suas origens – a comunidade. Essa característica fez da festa um sucesso pela participação do público.
O clima não mudou nem quando uma das concorrentes caiu no palco. Nesse momento, as pessoas ergueram as vozes, aplaudiram e vibraram em sinal de respeito. Foi dessa forma também nos bastidores. Ao sair da avaliação, demonstrações de carinho e troca de figurinhas eram comuns entre os candidatos, que ainda recebiam abraços e votos positivos de amigos e admiradores.
Por volta das 22h, a cidade já estava com a corte real definida. O resultado foi ouvido atentamente de categoria por categoria, principalmente em relação aos primeiros classificados: Mauro Café (Rei Momo); Clara Cristina (Rainha Gay); Iasmim Sales (Rainha Travesti); Kelly Brito (Rainha). Em comum, as novas realezas possuem a conquista de um ou mais títulos em edições anteriores.
Mauro, Clara, Iasmim e Kelly começam a interagir, a partir deste sábado, 14, com os mais de 30 bairros que abraçaram a agenda “Tem Folia na Cidade”. A previsão é que o descanso só chegue mesmo na quarta-feira de cinzas. Com a conclusão dessa etapa, os 17 participantes ganham prêmios em dinheiro de R$ 300 a R$ 3 mil (primeira a quinta colocação).
Destaques
O ritmo das apresentações veio no compasso da “Vila do Fuxico”, formada por moradores das regiões do Taquari e Comara. O jovem Arisson Fernandes, que cresceu assistindo aos ensaios, assume a principal função no grupo, a de batuqueiro. Ou melhor, o cara que orquestra o enredo. Os músicos conquistaram a multidão pelo samba e também por outra referência carioca: o funk.
Agora, o próximo concurso marcado envolve os blocos de rua. Além dos “fuxiqueiros”, os brincantes do “6 é D+”, “Sambase” e “Sem Limite” estarão na disputa. O cenário é a Avenida Doutor Pereira Passos (do Supermercado Araújo até a caixa d’água do Seis de Agosto), a partir das 18h, na terça-feira de Carnaval, 17. O edital reitera que a torcida conta pontos para os competidores.
Os destaques do primeiro ao quarto lugar receberão troféus e premiações entre R$ 500 a R$ 3 mil. Já as duas baterias que atingirem maior pontuação automaticamente serão escaladas para comandar a música na eliminatória e final da escolha da realeza do ano que vem. A realização é do governo do Estado e da prefeitura de Rio Branco, em parceria com as associações de moradores.
Impressões das realezas
“Concorro desde 1997 e perdi apenas quatro vezes. Anuncio aqui a minha aposentadoria do concurso, mas não do Carnaval de Rio Branco. Encerro minha participação com chave de ouro!” Mauro Café – Rei Momo
“Eu gosto do Carnaval e do sambão do Rio de Janeiro. O concurso abre caminho para que eu viva um pouco dessa experiência e de fazer o que eu amo. A conquista do título é mais especial ainda porque me dediquei da coreografia até a fantasia. Sou eu que faço.” Clara Cristina – Rainha Gay
“Eu estudo balé, dança do ventre, dança de salão, enfim, o que me move para entrar na disputa é a paixão pela dança, samba e Carnaval. Já havia ganhado em 2011 e agora mais uma. Estou muito feliz pelo reconhecimento!” Iasmim Sales – Rainha Travesti.
“A minha motivação é por um conjunto de elementos, mas principalmente pela dança. Eu sou apaixonada pelo samba e me realizo no palco. É muito especial poder fazer o que eu gosto e ainda representando a minha comunidade.” Kelly Brito – Rainha
Resultado da seleção:
– Rei Momo
2º) Júnior Lima
3º) Eduardo William
4º) Emanoel Bento
– Rainha Gay
2º) Ellen Hanashara
3º) Lorrana Rios
4º) Liah Ferrari
– Rainha Travesti
2º) Tachila Volp Brandão
3º) Thalya
4º) Ketlim Decalafiory
– Rainha
2º) Roberta dos Santos
3º) Rayanes Souza
4º) Tammiles Ágatha
5º) Radmila da Silva
André Lima (Assessoria FGB)
Fotos: Assis Lima/Asscom
Compartilhar
Notícias Relacionadas
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014