Salve a Amazonia
1 de novembro de 2016
publicado às 10h22
Santuário no RJ faz campanha para ampliar o trabalho de ajuda aos animais

santuario-no-rj-faz-campanha-para-ampliar-o-trabalho-de-ajuda-aos-animaisO Santuário das Fadas desenvolve um trabalho pioneiro no estado do RJ. Resgata e acolhe animais vítimas de maus-tratos, negligencia e abuso, principalmente animais explorados em fazendas. Foi fundado em 2008 em Itaipava, região serrana do RJ, por Patricia Fittipaldi que é médica veterinária, vegana e ativista pelos direitos animais.

Em 2016 devido as chuvas houve deslizamentos que destruíram todos os recintos dos animais. E ao mesmo tempo, a propriedade ao lado da antiga sede do santuário que era alugada pra abrigar os animais de grande porte foi pedida de volta pelo proprietário. A situação ficou crítica, pois o sítio do santuário tem apenas 25 mil metros quadrados e não comporta animais de grande porte. Felizmente, com o apoio do Núcleo de Serviço Crer Sendo em Teresópolis, os animais foram acolhidos temporariamente em caráter emergencial, mas por tempo limitado, pois o local enfrenta superlotação de animais e com a chegada dos animais do santuário, está com escassez de pasto e em breve todos os animais passarão fome.

Para rever essa situação, uma super campanha de financiamento coletivo foi criada através da plataforma Kickante com o objetivo de arrecadar dois milhões e meio de reais para comprar uma nova propriedade que atenderá a todas as necessidades de logística e conforto para os animais.

Nesse novo local serão desenvolvidos projetos de educação humanitária, projetos de visitação assistida para conscientização, palestras e seminários educativos, programa de hospedagem consciente e outros projetos que ajudarão o santuário a se tornar autossustentável . Mas para que tudo isso aconteça, é de extrema importância o apoio e a contribuição de todas as pessoas físicas e jurídicas que apreciam e acreditam em nesse trabalho. Para transformar esse sonho em realidade clique aqui e faça sua colaboração. (ANDA).

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014