Salve a Amazonia
1 de junho de 2016
publicado às 14h45
Soluções de crédito do BNDES são apresentadas para empresários mobilizados pela FIETO

Soluções de crédito do BNDES são apresentadas para empresários mobilizados pela FIETOMicro, pequenos e médios empresários mobilizados pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) participaram da palestra promovida pelo Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) em Palmas com objetivo de apresentar as soluções de crédito do Banco.

Na palestra, denominada BNDES Mais Perto de Você, foram abordadas as estratégias para expandir e modernizar os negócios com financiamentos de longo prazo e o que o empresário precisa saber para solicitar crédito ao Banco.

O vice-presidente da FIETO, Sérgio Tavares, abriu o evento que contou ainda com a participação da gerente da Unidade de Desenvolvimento Industrial, Greyce Labre e da gerente do Centro de Educação e Tecnologia do SENAI em Palmas, sede da palestra, Mychelly Simões. A apresentação foi conduzida pelo chefe do Departamento Norte do BNDES, Luiz Antônio Pazos Moraes.

Foram apresentados produtos e linhas de apoio financeiro como o BNDES Automático, BNDES FINAME, BNDES Progeren, BNDES MPME Inovadora e Cartão BNDES, além de esclarecidas pelos técnicos do Banco as dúvidas e opções mais adequadas aos seus negócios.

BNDES

Micro, pequenas e médias empresas são uma das prioridades da Política Operacional do BNDES, que desembolsou nos primeiros três meses deste ano, R$ 7 bilhões para MPMEs. O valor representa 39% de tudo o que o Banco liberou no período e corresponde a 160.841 operações, ou 96,7% de todas as operações realizadas pelo BNDES no período.
Às micro empresas, isoladamente, o BNDES destinou R$ 3,7 bilhões entre janeiro e março, representando 21% dos desembolsos totais no trimestre. Os resultados acompanham o processo de descentralização do crédito concedido pelo Banco.

Este ano, o BNDES reforçou seus instrumentos de apoio a MPMEs. O Programa BNDES de Apoio à Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora (BNDES MPME Inovadora) foi prorrogado até setembro de 2018, com mais R$ 300 milhões de orçamento.
Por Priscila Cavalcante – Assessoria de Imprensa FIETO

Compartilhar
Comentários 
0
Escreva um comentário

Portal da Amazônia Legal © Todos direitos reservados 2014